Auxílio Brasil – Calendário de Inscrições 2022

Publicidade

Confira o cronograma de inscrições para o Auxílio Brasil e veja se tem direito ao benefício em 2022. Visto que o Ministério da Cidadania disponibilizou no último dia 14 de julho o novo calendário de atualização cadastral. Sendo assim, para aqueles que estavam aguardando novas análises, fique atento.

Vale lembrar que, para se incluir no programa social o cidadão deve manter atualizado o seu registro no CadÚnico. Portanto, não existe outro meio de cadastro de forma direta. Mas não se preocupe pois iremos deixar aqui todas as orientações para que você não perca a chance de receber o abono.

Publicidade

Por outro lado, aqueles que já estão recebendo o Auxílio Brasil, deverão atualizar os seus dados do CadÚnico até o dia 13 de agosto. Caso contrário, o beneficiário está sujeito ao cancelamento ou bloqueio do programa. Sendo assim, confira todas as informações sobre o programa para não correr o risco de perder o seu benefício.

Auxílio Brasil
Auxílio Brasil (imagem do google)

Sobre o programa

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que vem ajudando milhares de famílias de baixa renda no país. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, o benefício não é uma extensão do Auxílio Emergencial, que sacudiu a economia no auge da pandemia do Covid-19.

Então, na realidade o benefício social veio para dar continuidade ao programa Bolsa Família, que foi extinto no final do ano de 2020. Desde então, o programa recebe cada vez mais inscrições, que passam por análise mensalmente. Sendo que, para estar apto ao benefício é necessário cumprir alguns pré-requisitos.

A princípio, o primeiro passo para adentrar no programa é realizar ou atualizar a inscrição no Cadastro Único, que é ponte para diversos benefícios do governo. Após isso, só precisa cumprir os critérios de renda familiar e obter aprovação na análise do Ministério da Cidadania para começar a receber.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil

Publicidade

Quer saber se você se enquadra nos critérios para receber o Auxílio Brasil? Primeiramente, saiba que existem dois grupos de beneficiários, classificados quanto a renda familiar que não exceda a R$210,00 por integrante. Além disso, são três possibilidades para ingressar no programa, veja quais são:

  • Ser beneficiário do extinto Bolsa Família: Nesse caso o beneficiário foi transferido automaticamente;
  • Ser inscrito no Cadúnico, mesmo que não recebia o Bolsa Família: Esses vão para o cadastro de reserva sujeitos a análise;
  • Se encaixa nos critérios, mas não está no CadÚnico: Então, é preciso se inscrever o quanto antes para participar das análises.

Todavia, vale ressaltar também que para participar do programa a família precisa ter ao menos um integrante que seja criança, adolescente, jovem entre 0 e 21 anos completos, gestante ou mãe que esteja em processo de amamentação. Sendo assim, o valor do benefício varia a depender da composição familiar.

Novo valor do Auxílio Brasil

No primeiro semestre de 2022 o Auxílio Brasil beneficiou milhares de famílias com pagamentos mensais a partir de R$400,00. Entretanto, com base na PEC 1/2022, o programa deve receber um aumento de R$200,00. Além disso, o Senado aprovou na mesma PEC o Voucher Caminhoneiro e o aumento no Vale Gás.

Então, referente ao novo valor do auxílio, beneficiários devem ficar atentos. A previsão é de que os pagamentos comecem a partir do dia 1 de agosto e se estendam até final de dezembro desde ano, ou seja, seriam 5 parcelas com o aumento. A medida é temporária, mas benéfica para as famílias participantes.

Apesar de se tratar de uma ação provisória, o Senado prevê um gasto de R$26 bilhões para a União com esse acréscimo de R$200,00 no Auxílio Brasil. Em resumo, cada família receberá um valor total mínimo de R$3000,00, contabilizando os pagamentos de agosto até dezembro.

Quem precisa fazer atualização cadastral até agosto

O novo cronograma divulgado pelo Ministério da Cidadania recentemente, indica uma data limite para atualização de dados cadastrais. Sendo assim, beneficiários do programa devem regularizar sua inscrição do CadÚnico para não perder o direito ou ser bloqueado do benefício.

Todavia, não são todos que precisam fazer essa atualização. Somente as pessoas que se enquadram na linha de pobreza com renda de até R$525,00, ou seja, renda equivalente a 2,5 vezes mais que o limite estipulado para esta faixa. Então, caso esteja nesse grupo, o prazo é até 13 de agosto.

Em contrapartida, as famílias que estão na faixa inferior a linha de pobreza, cuja renda per capita é inferior a R$210,00, por enquanto não necessitam fazer nenhuma atualização cadastral. Mas, é importante se manter sempre informado sobre o Auxílio Brasil, para não perder nenhuma novidade que possa implicar no cancelamento do benefício.

Como fazer inscrição ou atualização no CadÚnico

Assim como já mencionamos, a inserção e permanência no Auxílio Brasil depende do Cadastro Único. Desse modo, é imprescindível manter seus dados atualizados, inclusive, para aqueles que estão na lista de chamada para regularização até 13 de agosto. Então, confira as orientações para se inscrever ou atualizar o CadÚnico.

A princípio, o mais indicado a se fazer é ir pessoalmente ao setor responsável pela Assistência Social do seu município. Embora seja possível consultar situação do seu cadastro pelo app do CadÚnico ou pelo próprio site, a inscrição só é concluída de fato em um posto de atendimento.

Além disso, algumas outras funções também já estão disponíveis nos canais de atendimento “online“, como por exemplo a realização do pré-cadastro. Todavia, ainda será necessário se dirigir a uma unidade física para apresentar os documentos solicitados. Enfim, esperamos ter ajudado com as informações contidas nesse artigo. Acompanhe o nosso blog e não perca nenhuma novidade.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *