Nova CNH – Entenda Como Pedir a Sua

Publicidade

Começa nesta quarta-feira, 1º de junho, a emissão da nova CNH no país, entenda o que muda. Segundo a delegada Maria Alice Faria, da Polícia Civil, o novo modelo do documento sofre algumas mudanças em relação ao antigo, uma delas é que seguirá um padrão internacional principalmente em relação a segurança, diminuindo as possiblidades de falsificação.

A novidade já estava prevista desde dezembro de 2021, pela Resolução nº 886 publicada na época pelo Contran – Conselho Nacional de Trânsito, no qual regulamentava especificações do documento, bem como sua produção e expedição. A versão nova conta com algumas mudanças no aspecto físico também, como inclusive nas suas cores.

Publicidade

É importante se atualizar sobre a nova CNH, fique por dentro de todas as informações a cerca do documento e descubra se você precisa migrar para a versão nova. Tudo isso e muito mais você poderá conferir aqui mesmo, continue lendo e veja o que mudou, quem precisa aderir a mudança e o mais importante: Como pedir a sua CNH.

nova CNH
nova CNH (imagem do Google)

Motivo da atualização do modelo da CNH

O que há de errado com o documento antigo para haver necessidade de mudança? Na verdade nada, o que acontece é que constantemente vivemos em evolução e buscar melhorias é necessário. Neste caso, o intuito maior da atualização é para deixar a CNH mais parecida com o modelo internacional, sem contar que adota um visual mais moderno.

Além disso, a nova CNH vem com a proposta de dificultar o número de fraudes e falsificações, visto que esse é um crime comum no Brasil. O visual mais moderno trás consigo mais informações sobre o condutor, com novas cores e mecanismos de segurança, como a tinta que brilha no escuro e informações que só podem ser visíveis com luz ultravioleta.

Desse modo, com os mecanismos de segurança da nova versão será bem mais fácil verificar a veracidade do documento. Além disso, o fato de conter mais informações sobre o condutor torna a CNH muito mais útil e eficiente, visto que mais informações poderão ser visualizadas na apresentação do mesmo. Fique ligado para saber quais são as informações adicionais.

Principais mudanças na nova CNH

Publicidade

Vale ressaltar que o documento será emitido para aqueles que precisarem da segunda via, por perda, roubo ou danos. Ou, para os recém habilitados e aqueles que vão renovar a CNH. Dessa forma, a mudança ocorrerá de forma gradativa, não sendo obrigatório a emissão do novo documento para os que ainda possuem a versão antiga dentro da validade.

Dentre as principais mudanças na nova CNH em relação ao modelo antigo, destacam-se algumas que vão ter grande relevância para os condutores. Abaixo listamos algumas dessas alterações, ou melhor dizendo, algumas inclusões que vem no novo documento diferente das informações contidas na versão antiga. Confira:

  • Nome social e filiação afetiva: Informações que poderão ser inclusas desde que o motorista já tenha feito a alteração no RG;
  • Novas cores: Nova identidade, predominando as cores verde e amarelo;
  • Tipo sanguíneo: Poderá constar o tipo sanguíneo do motorista, se o mesmo desejar;
  • Tipo de veículo e mais informações sobre a habilitação: Conterá uma tabela indicando os tipos de veículo que o motorista está apto a conduzir;
  • Impressão em 3 idiomas: Impresso em Inglês, Francês e Português, permitindo o uso do documento no exterior;
  • Mecanismos de segurança: Impresso em papel moeda com tinta fluorescente que brilha no escuro e informações que só podem ser visualizadas com luz ultravioleta.

Como pode perceber, algumas informações são opcionais, ou seja, o motorista decide se quer ou não incluir no documento. Claro que, quanto mais informativo for, melhor, visto que a habilitação é utilizada por muitos como o principal documento de identificação pessoal. Desse modo, fica critério do condutor também a utilização da CNH digital ou impressa.

Mudança na validade e pontuação

Em contrapartida, apesar das diversas mudanças na nova CNH que começam a valer em junho de 2022, sua validade continuar seguindo as mesmas regras. Vale lembrar que houve recentemente uma alteração no prazo de validade da carteira de habilitação, e esses seguem sendo validos também para o novo modelo de acordo com a idade do motorista, sendo:

  • Abaixo de 50 anos de idade: válida por 10 anos;
  • De 50 à 69 anos de idade: válida por 5 anos;
  • Acima de 70 anos de idade: válida por 3 anos.

Já referente a pontuação por infrações de trânsito ocorreram algumas mudanças que, inclusive, já foram comunicadas. A lei flexibiliza então o número máximo que o condutor pode ter na sua CNH. O limite que antes seria de 20 pontos em um período de 12 meses, passa agora a poder atingir até 40 pontos durante o mesmo período, conforme alguns requisitos.

Quem precisa aderir a nova CNH?

Como já mencionamos por aqui, a troca para a nova CNH não precisa acontecer de imediato. Se você ficou um pouco preocupado em atualizar o seu documento, pode ficar tranquilo. Todos os estados e o Distrito Federal, conforme foi imposto na resolução da lei que implementa a mudança, devem estar aptos a emitir as novas versões a partir da data estabelecida.

Na verdade, a mudança para a nova carteira de habilitação só será obrigatória para novos condutores ou para aqueles que renovarem seu documento a partir do mês de junho. Se você possuir a sua CNH ainda dentro do prazo de validade, a mesma poderá ser usada até que precise ser trocada por motivos de renovação ou outros.

No entanto o novo formato será válido para todas as categorias de motoristas, inclusive para os que possuem a PPD – Permissão Para Dirigir no caso de iniciantes. A nova CNH será identificada pela letra “P” para novos condutores e com a letra “D” para condutores que já estão na versão definitiva.

Como pedir a sua

Apesar de não ser obrigatório para todos os motoristas, pode ser que você queira aproveitar o novo documento. Nesse caso, você poderá solicitar uma segunda via a partir do dia 1º de junho, assim, você receberá o documento atualizado com a nova versão, impresso ou digital. Se não sabe como solicitar a segunda via do documento, veja o passo a passo que mostramos a seguir:

Primeiramente acesse o site do Detran do seu estado. Procure pela aba “Habilitação” e clique em “Emissão de Documentos de Habilitação“. Feito isso, clique em “Solicitar 2ª via da CNH, PPD ou ACC“. Caso já possua o cadastro no site basta incluir os dados solicitados e emitir a DAE para pagamento, assim, você receberá a nova CNH.

Lembrando que, para pedir uma segunda via é necessário que sua CNH esteja dentro do prazo de validade e não haver pagamentos pendentes no Detran, como de multas, licenciamento, entre outros. Essa informação foi útil para você? Se sim, confira o nosso blog para ver mais notícias quentinhas como essa.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *